o BloG dA pRofA











{Novembro 5, 2011}   Gregório de Matos

Tomás Pinto Brandão estando preso por indústrias de certo frade: afomentado na prisão por seus dois irmãos apelidados o Frisão e o Chicória, em vésperas que estava o poeta de ir para Angola

.

SONETO

.

É uma das mais célebres histó-,

A que te fez prender, pobre Tomá-,

Porque todos te fazem degradá-,

Que no nosso idioma é para Angó-.

.

Oh se quisesse o Padre Santo Antô-,

Que se falsificara este pressá-,

Para ficar corrido este Frisá-,

E moído em salada de Chicó-.

.

Mas ai! que lá me vem buscar Mati-,

Que nestes casos é peça de lé-;

Adeus, meus camaradas, e ami-.

.

Que vou levar cavalos a Bengué-,

Mas se vou a cavalo em um navi-,

Servindo vou a El Rei por mar, e té-.

.

Matos, Gregório de. Poemas escolhidos: seleção e organização de José Miguel Wisnik. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. p.192

Anúncios


A peça de teatro solicitada pela UFPR para o vestibular deste ano não é fácil de ser encontrada.

Ela faz parte do Projeto Ágora, que conta com um espaço para publicações em seu site, e “ESTE ESPAÇO VISA INCREMENTAR A VEICULAÇÃO DAS IDÉIAS E DO CONHECIMENTO ATRAVÉS DA PUBLICAÇÃO DE LIVROS, QUE SERÃO, SEMPRE QUE POSSÍVEL, DISPONIBILIZADOS GRATUITAMENTE NO SITE DO TEATRO PARA DOWNLOAD.”

A peça, que começa a partir da página 289,  é muito boa, numa linguagem extremamente fácil e sua leitura leva no máximo 1 hora. Contudo, nada impede que se leia o livro todo que está uma beleza!

Então segue o link: http://www.agorateatro.com.br/agorateatro/wp-content/uploads/2007/09/agora_livre_dramaturgias_miolo.pdf

Boa leitura!



{Fevereiro 24, 2011}   UFPR 2012

Para minhas queridas e meus queridos do 3ºF…

Um dos novos livros da lista de obras literárias para o vestibular da UFPR para 2012 é considerado por alguns como o primeiro romance homossexual brasileiro. A leitura da obra é imprescindível, a leitura da biografia do autor é complementar.

Sei o quanto é complicado trabalhar o dia todo, estudar à noite e ainda pensar num vestibular tão concorrido como este. Por isso, persistência, dedicação e ir além do solicitado é, talvez, o segredo do sucesso de alguns que mesmo em meio a todas as adversidades conseguem êxito.

Então… para quem quer ir além… segue um trecho do livro da Cláudia Albuquerque para experimentação:

“Como hei de dar atenção ao bombardeio que lá vai troando na baía, se o meu espírito está completamente absorvido, absolutamente dominado pela ideia de fazer literatura?”, perguntaria a si e aos leitores. O livro que o fazia perder o sono e as bombas já era provavelmente Bom-Crioulo, um novo romance, que seria lançado no mesmo ano de suas Cartas Literárias. Nele, Caminha pôs todo o ar dos pulmões. Criou imagens arrebatadoras numa prosa tecnicamente superior a tudo o que já havia escrito. Foi como se tivesse passado os anos anteriores ensaiando para este livro. Finalmente as coisas todas no lugar: a estrutura e o tema em diálogo íntimo, o perfeito encadeamento entre as cenas. Pitadas de nervosidade, violência e sensualismo.

Uma vez, Proust disse que nos bailes de Balzac nós sentimos quase o prazer de ser convidados. Em   o autor, avesso a galanterias, empurra o leitor desavisado para a atmosfera carregada de um navio em alto-mar, tendo depois o requinte de o atrair a um quartinho sórdido da rua da Misericórdia. Talvez o visitante acorde cedo e adivinhe o chocalho da carrocinha do lixo, o mugido da vaca do leite, as conversas jogadas nas quitandas, botequins, carvoarias e, claro, na Padaria Lusitana. As descrições palpitam de vida e os odores simplesmente invadem as narinas: azeite e alcatrão no convés da corveta: mariscos decompostos no porão; sebo, ácido fênico e cânfora nos quartos; urina nas ruas; água de colônia; água do mar; roupa lavada; suor humano e sexo.Bom Crioulo

Sexo à moda naturalista: alucinado, sôfrego, desembestado e inevitável como a morte. O sexo que se aferra à carne tal qual “espinho de urtiga brava”. O que escraviza Amaro, confunde o grumete Aleixo e faz Carolina se contorcer até o fim da narrativa.

LEIA MAIS:

ALBUQUERQUE, Cláudia. Adolfo Caminha. 2. ed. Fortaleza: Edições Demócrito Rocha, 2009. P. 67-69

(Na biblioteca do colégio) 😉



A decisão foi tomada para permitir aos alunos do ensino médio das redes pública e privada receber todo o conteúdo curricular até o final do ano letivo, prorrogado em razão da epidemia de gripe A(H1N1) no Paraná.

Com a mudança, a primeira fase do vestibular da UFPR, inicialmente prevista para 15 de novembro, passa para o dia 29 do mesmo mês. A segunda fase, que aconteceria nos dias 6 e 7 de dezembro, foi transferida para os dias 12 e 13.

“Recebemos diversas solicitações, e optamos por postergar as datas para dar mais prazo para os estudantes receberem os conteúdos em sala de aula”, afirmou o reitor Zaki Akel Sobrinho, em entrevista coletiva.

Como o primeiro dia de provas da segunda fase passa a ser numa tarde de sábado, os candidatos que, por convicção religiosa, sentirem-se impedidos, receberão um atendimento diferenciado.

Eles devem entrar no mesmo horário que os demais candidatos, e aguardar, incomunicáveis, até o pôr-do-sol, quando começarão a resolver a prova. “Esses candidatos devem apresentar um requerimento com esse pedido, acompanhado por uma declaração”, explica o diretor do Núcleo de Concursos da UFPR, Raul von der Heyde.

O tempo de duração da prova do dia 12 de dezembro foi reduzido, de cinco para quatro horas e meia. A UFPR ainda irá decidir se o número de questões discursivas também sofrerá alterações.

 

Fonte: www.ufpr.br



O acesso diário a um volume enorme de informações, possibilitado pela popularização de tecnologias como a internet, trouxe oportunidades para um profissional que ainda está conquistando o seu espaço no mercado de trabalho: o gestor da informação. Segundo a professora Patrícia Zeni Marchiori, do curso de Gestão da Informação da Universidade Federal do Paraná (UFPR) – uma das poucas instituições que ofertam a graduação no estado –, esse profissional ajuda a transformar as informações em recursos estratégicos que tornem as empresas e organizações mais eficientes e competitivas.

Na fonte:

http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/vestibular/conteudo.phtml?tl=1&id=908958&tit=A-promissora-area-da-Gestao-da-Informacao

Saiba mais:

http://www.decigi.ufpr.br/



et cetera