o BloG dA pRofA











{Novembro 5, 2011}   Gregório de Matos

Tomás Pinto Brandão estando preso por indústrias de certo frade: afomentado na prisão por seus dois irmãos apelidados o Frisão e o Chicória, em vésperas que estava o poeta de ir para Angola

.

SONETO

.

É uma das mais célebres histó-,

A que te fez prender, pobre Tomá-,

Porque todos te fazem degradá-,

Que no nosso idioma é para Angó-.

.

Oh se quisesse o Padre Santo Antô-,

Que se falsificara este pressá-,

Para ficar corrido este Frisá-,

E moído em salada de Chicó-.

.

Mas ai! que lá me vem buscar Mati-,

Que nestes casos é peça de lé-;

Adeus, meus camaradas, e ami-.

.

Que vou levar cavalos a Bengué-,

Mas se vou a cavalo em um navi-,

Servindo vou a El Rei por mar, e té-.

.

Matos, Gregório de. Poemas escolhidos: seleção e organização de José Miguel Wisnik. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. p.192

Anúncios


A peça de teatro solicitada pela UFPR para o vestibular deste ano não é fácil de ser encontrada.

Ela faz parte do Projeto Ágora, que conta com um espaço para publicações em seu site, e “ESTE ESPAÇO VISA INCREMENTAR A VEICULAÇÃO DAS IDÉIAS E DO CONHECIMENTO ATRAVÉS DA PUBLICAÇÃO DE LIVROS, QUE SERÃO, SEMPRE QUE POSSÍVEL, DISPONIBILIZADOS GRATUITAMENTE NO SITE DO TEATRO PARA DOWNLOAD.”

A peça, que começa a partir da página 289,  é muito boa, numa linguagem extremamente fácil e sua leitura leva no máximo 1 hora. Contudo, nada impede que se leia o livro todo que está uma beleza!

Então segue o link: http://www.agorateatro.com.br/agorateatro/wp-content/uploads/2007/09/agora_livre_dramaturgias_miolo.pdf

Boa leitura!



et cetera